CULTURA DE DJ - O Blog Magazine de Digital Djing

Notícias, Lançamentos, Reviews, Tutoriais, Entrevistas e Opiniões. Tudo sobre Controladores Midi, Software e Acessórios para Djs.

OPINIÃO: A Importância dos Monitores de Estúdio

Posted by LUIS ALVES On 4:17 PM

A importância dos Monitores de Dj

A IMPORTÂNCIA DOS MONITORES DE ESTÚDIO
Nas últimas semanas, temos recebido alguns e-mail's de leitores pedindo orientação na compra de Monitores de Estúdio (Monitores de Referência). Enquanto ainda estamos analisando o mercado e selecionando boas opções para os nossos leitores, deixamos aqui a nossa opinião em relação à importância de Monitores de Qualidade em nosso Home Studio.

A ESCOLHA DOS MONITORES
Com o mercado tão saturado de ofertas, é complicado escolher que tipo de produto devemos comprar. A primeira coisa que devemos avaliar diz respeito ao tamanho do nosso home studio. Enquanto alguns monitores de referência da linha pro possuem controle para compensação de sala (espaço) a linha de consumidor (mais barata) não conta com essa funcionalidade e não são nada mais que caixas ativas (amplificadas) com características de sistemas Hi-Fi. Devemos por isso começar pelo orçamento, é sabido que quanto mais baratos forem (em teoria) menos frequências são abrangidas e mais "colorido" será o som. O que é importante salientar é que o objetivo com monitores de referência é ouvir o som sem qualquer artifício ou melhoramento, isto é chamado de som "flat" ou seja, com as frequências e equalização a zero, da mesma forma como o produtor o criou. É igualmente importante referir que monitores de referência são usados para que possamos ouvir todos os elementos musicais de forma natural. Quando comparados com sistemas de áudio de computador por exemplo, iremos perceber que as músicas possuem conteúdos e elementos sonoros novos, não que eles não estivessem desde sempre na música, mas, porque o som é "distorcido" em sistemas de consumidor, nem todas as frequências eram reproduzidas ou então alguns elementos eram abafados ou anulados pelo sistema.

O POSICIONAMENTO DOS MONITORES
Uma das coisas mais importantes é o posicionamento dos monitores, eles devem ser posicionados ao nível da cabeça e próximos ao usuário em esquema triangular. Ou seja, os dois monitores e o Dj devem formar um triângulo. Isto além de garantir maior fidelidade sonora, não obriga a volumes elevados que por norma provocam distorção sonora em algum ponto. Outra dica importante tem a ver com os cantos do nosso Home Studio. Quando colocados próximos de cantos, existirá uma intensificação dos graves pelo efeito de "reflexão" rápida do som nas paredes. O que isto significa é que teremos um efeito sonoro que irá intensificar as baixas frequência e diminuir a força das frequência médias e altas. Mesmo que alguns usuários gostem desse efeito que ajuda na ausência de subwoofer, não será o ideal no ambiente de estúdio.

A importância dos Monitores de Dj

OS MONITORES PRO
Entre as marcas com monitores de referência da linha pro, encontramos a Alesis, M-Áudio, KRK, Behringer, Yamaha, Samson, Phonic, Mackie entre outras. A sua maioria oferece tweeters de seda e woofers de Kevlar. A linha pro na Europa encontra preços variados a partir de 200 € ,com potências a partir de 50W onde a KRK encontra o favoritismo entre os DJ's. No Brasil encontramos equipamentos nesta linha a partir de R$1000 igualmente a partir de 50W onde a Behringer é a marca mais escolhida pelo fator preço. Este tipo de monitores são sempre descritos como "Monitores de Referência" e encontram suas frequências a oscilar entre os 50 Hz a 20 kHz. Para um estúdio de dimensões reduzidas, 40W em monitores bi-amplificados são suficientes e para estúdios maiores 75W normalmente bastam para encher a sala de som de qualidade. É importante salientar que monitores de estúdio não são equipamentos para "dar uma festa" e sim equipamentos que auxiliam o Dj a refinar sua técnica de mixagem até atingir a perfeição. 

A importância dos Monitores de Dj

ALTERNATIVAS DE BAIXO CUSTO
Muitos usuários pelo elevado custo de todo o setup de estúdio (Notebook, Controladores Midi, Isolamento Acústico, entre outros), opta por uma solução mais barata que são os sistemas áudio para computador 2.0. Alguns optam também por sistemas 2.1 (2 Satélites + Subwoofer) que desde já desaconselhamos nossos leitores pois existe muita intensificação dos graves e normalmente os satélites (caixas principais) são mais fracos. Dentro do universo da linha para consumidor, encontramos algumas soluções interessantes e importantes de considerar por se aproximarem das características sonoras dos monitores pro. Devemos no entanto esperar componentes de qualidade inferior e menos fidelidade sonora. Mas, para quem está a começar na profissão, os sistemas 2.0 podem ser uma solução viável e igualmente vantajosa. As duas marcas que mais se destacam neste segmento são a Edifier e a Microlab. Apesar de marcas voltadas para a reprodução multimídia (música, filmes, jogos, etc) existem modelos excelentes. Em termos de preço ambas as marcas partem de cerca de 50€ na Europa e R$300 no Brasil com potências a partir dos 40W. O importante ao escolher sistemas 2.0 para Home Studio é optar por gabinetes de madeira e de dimensões generosas. Quanto maior for o gabinete neste tipo de produtos, mais rico será o som.

CONCLUSÃO
Conforme o orçamento de cada profissional, a escolha dos monitores do Home Studio poderá representar algo difícil mas, que é sem dúvida um dos diferenciais para quem procura executar mixagens com rigor e profissionalismo. Um bom par de monitores faz toda a diferença no treinamento dos Dj's e sem eles seria complicado evoluir a nossa técnica. Se não for possível a compra de monitores da linha pro, aconselhamos monitores 2.0 com woofer a partir de 5" e aconselhamos a fugir de tudo o que é "Bass Reflex", "Extra Bass" e outras características semelhantes que tornam o som colorido. O importante aqui é escolher equipamentos que sejam fieis às características originais das músicas, evitando da mesma forma mexer nos controles de agudos e graves que normalmente acompanham este tipo de equipamentos. A equalização (aumento ou diminuição dos agudos ou graves) deverá ser apenas um último recurso como compensação do espaço. É importante também lembrar que bons monitores de estúdio não são bons para eventos, ou seja, o propósito do equipamento é a reprodução completa dos elementos musicais e não a intensificação de graves para uma pista de dança. Em breve iremos começar uma série de reviews de monitores de estúdio. Aguardem.

E você? Que monitores usa no seu Home Studio?
Deixe a sua opinião acerca deste artigo.






SUBSCREVA O NOSSO FEED POR E-MAIL E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES:






CULTURA DE DJ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...