CULTURA DE DJ - O Blog Magazine de Digital Djing

Notícias, Lançamentos, Reviews, Tutoriais, Entrevistas e Opiniões. Tudo sobre Controladores Midi, Software e Acessórios para Djs.

OPINIÃO: Celebridades que atuam como Djs

Posted by LUIS ALVES On 10:00 AM

Celebridades Djs

CELEBRIDADES QUE ATUAM COMO DJ'S
Nos últimos 2 anos temos assistido um fenômeno até então bastante camuflado ou então com menos destaque no mundo do Djing: as Celebridades que atuam como Dj's (Ou como muitos apelidam: Fake Dj's). Este assunto tem vários contornos delicados e encontra posições bastante distintas. Iremos tentar abordar o assunto de forma imparcial ao mesmo tempo em que relevaremos os pontos mais importantes desta verdadeira "invasão" nas cabines.

O PANORAMA ATUAL
Hoje em dia, com especial foco para clubes de música 100% comercial, é comum vermos cartazes que causam alguma estranheza e frustração entre os profissionais de Djing. Apresentadores de Tv, Modelos, Figuras Públicas, Ex-Participantes de Reality Shows, etc. são vistos como atrações "Top" nos mais variados clubes mundiais. Este verdadeiro fenômeno começou a tornar-se bastante evidente a partir do ano de 2011, onde assistimos a um "boom" inacreditável. 

Celebridades Djs

OS CLUBES
Antes de serem amantes de e-music ou defensores do estilo "A" ou "B", os donos dos clubes são nada mais nada menos do que empresários que visam acima de tudo o dinheiro. Sem ele, seus clubes seriam fracassados e a manutenção ou crescimento do negócio, que depende exclusivamente do fluxo de clientes, poderia estar em risco. Não devemos sequer questionar se o proprietário de forma geral escolhe ter um Dj referência em Tech House local ou nacional que pode ou não encher o espaço, ou uma Celebridade tocando música pop que lhe garante de antemão casa cheia pelo peso do seu "nome". Aqui a questão é clara, o lucro é o principal condicionante na criação de cartazes e line-up's. O dono do clube muitas vezes é "obrigado" a seguir a tendência de mercado especialmente se o clube for do segmento comercial.

O PÚBLICO
Aqui existem duas vertentes cada vez mais crescentes: as tribos urbanas que acompanham religiosamente um determinado estilo de e-music (e que não abdica dele), e o público em geral que não tem uma exata preferência musical e muitas vezes ouve pop, rock, r&b, hip-hop entre outros e, que saliva quando sabe que Celebridade "X" ou "Y" irá se apresentar como Dj em um clube qualquer. Aí a relevância do clube passa para segundo plano e nem que o espaço não apresente condições mínimas, ele dará tudo por alguns momentos com seu "idolo" e a possibilidade de fazer fotos, mesmo que seus ouvidos possam não gostar do que vão ouvir. Aqui a questão é clara, da posição de relações públicas ou anfitriões das festas, as celebridades agora passaram para a cabine.

O MERCADO
Claramente e, pela evolução do público, os clubes cada vez mais estão se dividindo no seu target de mercado. Temos clubes menores focados em implementar estilos mais alternativos, com uma alta fidelização do público e os "mega" clubes que precisam de fluxo e optam pelo e-music mais comercial ou pelo pop (que hoje em dia segue as batidas antes destinadas ao House). Esta característica está colocando em risco os Dj's mais comerciais que muitas vezes passam de atração principal para o warm up. Isso é extremamente frustrante dentro do mercado de profissionais, independentemente da sua carreira já somar 20 anos ou ser alguém que começou recentemente. Os profissionais que levam a sério a sua profissão, investem em treinamento, equipamentos, música, feiras, etc e sentem uma enorme injustiça por parte do mercado que não consome seu trabalho da mesma forma como o fazia no passado.

OS VERDADEIROS DJ'S
Aqui temos profissionais de parte a parte, existem "verdadeiros" dj's que viraram celebridades e existem os profissionais que fazem do Djing a sua fonte de renda mensal, como qualquer outra profissão comum. Independentemente do grupo a que pertencem os profissionais, os verdadeiros Dj's na nossa visão, são os profissionais que fazem do Djing algo permanente em suas vidas e não algo pontual ou de oportunidade. São também aqueles que estão em constante atualização, que respeitam o seu segmento e que lutam a cada dia para fazer cada vez melhor, seja em termos técnico seja em termos musical. Aqui podemos afirmar que a questão do "Vinil/CD vs Digital Djing" (matéria do Cultura de Dj que poderá consultar aqui), perde relevância e que a classe encontra profissionais na vertente mais "old school" e na vertente mais "high tech".

Celebridades Djs

CONTRATOS E CACHET'S
Aqui é onde entramos na maior polémica e, é aqui que a "guerra" se instaurou. Vários Djs que fazem da profissão a sua forma de viver vêm o número de contratos diminuir em prol de celebridades que atuam como Dj's pontuais. Outra queixa comum entre os profissionais, é em relação ao Cachet, ou seja, ao montante de honorários recebidos a cada trabalho. No Brasil por exemplo, certas "celebridades" chegam a cobrar R$12.000,00 (doze mil reais) em um set de 2 ou 3 horas, o que é na nossa opinião além de abusivo, um verdadeiro absurdo. É quase como pagar por um Ferrari e receber um Renault Clio. Esse é o tipo de valores cobrado pelos Top Dj's Mundiais (Profissionais) que viraram celebridade dentro do seu universo musical, muitos com extensas carreiras e sucesso também como produtores. Voltamos aqui ao ponto dos clubes, se o empresário sentir que compensa esse "investimento" e que lhe vai trazer lucro avultado, ele não pensa duas vezes.

CONCLUSÃO
A moral da história é que os clubes estão dispostos a pagar valores absurdos pelas Celebridades que são Dj's de ocasião e não pagam de forma justa os verdadeiros profissionais do ramo. Esse tipo de postura revolta os profissionais especialmente porque na sua maioria, as Celebridades se apresentam com set's pré mixados por outros profissionais (Existem exceções à regra mas são raras). Muitas apenas colocam um Cd e deixam tocar "simulando" durante a sua exibição mexer no mixer e nos restantes equipamentos. Vários flagrantes já foram noticiados com profissionais "escondidos" em baixo da cabine fornecendo a música, outros com equipamentos desligados, outros que se aventuram a fazer a mixagem ao vivo sem qualquer técnica, bpm's fora do tempo, set's desestruturados entre outros adjetivos... bem, uma infinidade de situações que fazem que os profissionais que vivem do Djing sintam uma enorme revolta e desânimo. Mas no final das contas, tudo não passa de "modismo" e concerteza que o público aos poucos irá perceber que nada ganha ao ver uma cara conhecida na cabine, acompanhada de um set no mínimo questionável. Aí os empresários serão os próximos a dar o passo e tudo poderá voltar à normalidade.

Acreditamos que no final, o verdadeiro DJ irá sempre prevalecer e, é essa crença que, também a nós, nos faz continuar a acreditar no que fazemos.


E você? Qual a sua opinião acerca das Celebridades atuam como Dj's?
Deixe a sua opinião acerca deste artigo.






SUBSCREVA O NOSSO FEED POR E-MAIL E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES:






CULTURA DE DJ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...